Dados do município/localização

Fundação: 16/08/1890
Emancipação Política: 16 DE AGOSTO DE 1890
Gentílico: ARACOIABENSE
Unidade Federatíva: CE
Mesoregião: NORTE CEARENSE
Microregião: BATURITÉ
Distância para a capital: 73,00

Dados de características geográficas

Área: 656.532,00
População estimada: 26405
Densidade: 40,20
Altitude 102
Clima: SEMI-ÁRIDO
Fuso Horário: UTC-3

Origem

O nome Aracoiaba vem do nome de um rio que atravessa o município e tem duas origens: aracoiaba ou aracoaguaba. O topônimo aracoiaba vem do tupi-guarani ara (ave), cói (falar) e aba (lugar), e significa lugar do canto das aves. Já o topônimio aracoaguaba também vem do tupi-guarani ará (ave), cói (falar) e aba (lugar), e significa lugar onde as aves gorgeiam[5]. Sua denominação original era Comum, depois Aldeia Canoa e, desde 1871, Aracoiaba.

História

A história de Aracoiba mistura-se com a catequização realizada pelos jesuítas junto aos índios que habitavam a região, e a introdução da pecuária na época da carne seca e charque. Aracoiaba é uma antiga comunidade do Ceará, remontando à primeira metade do século XVIII. Antes do início de sua colonização, esta região era habitada por índios de origem tapuia: jenipapos, canindés[6] , chorós e quesitos. Em 1655, os jesuítas já estavam presentes na região do Maciço de Baturité, mais precisamente em Comum(hoje Olho D'Água dos Padres Jesuítas) e, a partir deste no século XIX, surge um núcleo urbano[7]. Com a construção da Estrada de Ferro de Baturité, Aracoiaba (então Arraial de Canoa) entra como um elo na produção e exportação de café para o Porto de Fortaleza. Aos 14 de fevereiro de 1880, na localidade de Moamba, Muamba ou Arraial de Santa Isabel, foi inaugurada a estação ferroviária de Aracoiaba[8]

Cultura

O principal evento cultural são os festejos de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Aracoiaba, cuja festa religiosa alusiva à Padroeira é 8 de dezembro, constando de missa solene, novenários, procissão, quermesse e leilões. Outra festa bastante popular são as Novenas de São Francisco, que começa no final do mês de Setembro e termina no dia 4 de Outubro, atraindo muitas pessoas de todas as localidades vizinhas. Além disso, hoje, o maior patrimônio histórico-cultural do município hoje é a Orquestra de Sopros de Aracoiaba, regulada pela Lei municipal 1266/2018, composta por 45 membros, tendo sua existência há mais de 100 anos, promove as manifestações culturais através de música de diversos estilos, não somente dobrados ou outras consideradas antigas, mas, também, populares e reflexivas, trazendo para os cidadãos um valor sociocultural que marca sua história e maneira de lidar com a vida.

Divisão Política

O município tem nove distritos: Aracoiaba (sede), Ideal, Jaguarão, Jenipapeiro, Lagoa de São João, Milton Belo, Pedra Branca, Plácido Martins e Vazantes. Agricultura: algodão, caju, banana, arroz, cana-de-açúcar, milho, feijão Agropecuária: bovinos, suínos e aves Indústrias: tem oito indústrias, sendo uma do setor mobiliário, uma química, uma de diversos e serviços de construção e produtos alimentares. Há ocorrência de minerais de grande rentabilidade como espodiemênio, grafita, calcário em forma cristalina, lepidolita, manganês, pinoluzita e quartzo.

Curiosidades

Tropical quente semi-árido, com pluviometria média de 947 mm [9] com chuvas concentradas de janeiro a abril e inverno rigoroso com temperaturas que podem chegar a 13 °C [10]. Hidrografia e recursos hídricos As principais fontes de água são: rio Aracoiaba e riacho do Padre, Cargúva, Barreirinha e dos Cavalos. Relevo e solos As principais elevações são: serra Ubirajara, serra da Tamanca e o serrote da Pedra Aguda. Vegetação Caatinga arbustiva densa, floresta subcaducifólia tropical, floresta úmida semi-perenofólia, floresta úmida semi-caducifólia, floresta caducifólia e mata ciliar.

Qual o seu nível de satisfação com essa página?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito